Com estádios fechados (ou com número muito reduzido de pessoas), as marcas buscam alternativas para manter os fãs de esporte engajados e entretidos. A Miller aproveitou o início de uma nova temporada do futebol americano para abusar da criatividade e, de quebra, oferecer um serviço fantástico.

Contra a transmissão ilegal de partidas, a cervejaria lançou em edição limitada a ‘Cantenna’, um aparelho de recepção de sinal para ser ativado nos televisores das pessoas dentro de suas casas. Parte lata de cerveja e parte antena, a iniciativa chega em um momento que os torcedores não podem estar nas arquibancadas e não desfrutam do tradicional ‘Miller Time‘.

Segundo a empresa, o consumo digital está aumentando, com mais de um terço do total de espectadores de esportes acompanhando as competições ao vivo por sites ilegais. Durante a pandemia, muitos consumidores nos EUA deixaram de assinar TV a cabo e 30% citaram a ausência dos esportes ao vivo como a principal razão para o cancelamento do serviço.

“Transmitir esportes ao vivo pode ser frustrante e caro. Quem quer assistir muitas vezes é forçado a recorrer a transmissões incompletas, não confiáveis ​​e ilegais. A Miller Lite está determinado a oferecer streaming suave e tornar seu Miller Time um pouco mais fácil com o novo Cantenna”, disse Stephanie Clanfield, gerente de marketing da Miller Lite.

Para ativar o lançamento da ação, a cervejaria divulgou nas redes sociais links que imitavam sites de streaming que oferecem acesso “grátis” aos jogos. Quando o usuário clicava, era direcionado ao filme da campanha, com a Cantenna surgindo como a solução para o problema.

O post Miller cria antena digital de TV dentro de lata de cerveja apareceu primeiro em MKT Esportivo.